Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Fare Cinema: Oltre lo Schermo

Data:

14/06/2021


Fare Cinema: Oltre lo Schermo

Oltre lo Schermo é uma viagem emocionante nas produções cinematográficas italianas e internacionais dos últimos 70 anos, à descoberta do universo oculto atrás dos bastidores. Quinze filmes exploram os sets de gravação mais famosos, ao lado dos diretores mais célebres, de Luchino Visconti a Lina Wertmüller, de Francesco Rosi a Giuliano Montaldo, desvendando também papéis e profissionais sem os quais a magia do cinema não seria possível, hoje como antes.

Alguns documentários falam de vencedores de prêmios Oscar, como o cenógrafo Dante Ferretti e o maestro Nino Rota, compositor de músicas lendárias. Assistiremos ao trabalho de maquinistas, costureiras, carpinteiros, pintores e escultores, profissionais reinantes nos depósitos e nas oficinas dos estúdios da Cinecittà, e de artistas que dedicaram sua vida ao desenho dos cartazes cinematográficos, como Silvano Campeggi, que viajou para Los Angeles para retratar a mítica Marilyn Monroe. Ouviremos Giuliano Montaldo falando sobre a gênese do filme Sacco e Vanzetti, entre dificuldades e incríveis golpes de teatro, como o encontro entre Joan Baez e Ennio Morricone que gravaram em poucas horas Here’s to You, a canção que se tornou o manifesto de toda uma geração.

Poderemos ver de perto a tumultuosa relação de amizade e estima mútuas que unia Federico Fellini e Ennio Flaiano ou conhecer Piero Tosi que vestiu as maiores estrelas cinematográficas de todos os tempos, de Claudia Cardinale a Silvana Mangano. Através de histórias, comentários e reflexões das figuras mais prestigiosas do cinema mundial, descobriremos o legendário diretor de fotografia e diretor de cinema Carlo Di Palma. E ficaremos encantados com a sequência de depoimentos gravados por Giuseppe Tornatore no documentário emocionante sobre Goffredo Lombardo, o produtor que com a Titanus reformulou completamente o cinema italiano da segunda metade do século XX.

Poderemos mergulhar em uma das análises mais lúcidas da história da Itália através do cinema cívico de Francesco Rosi, conhecer de perto Alida Valli, a mãe de todas as atrizes segundo Giuseppe Bertolucci, ou descobrir a história surpreendente da Panaria Film no relato de Francesco Alliata, um dos fundadores da pequena casa de produção siciliana no centro do escândalo cinematográfico mais famoso do pós-guerra, entre Hollywood, Roma e as ilhas Eolie: a famosa guerra dos vulcões e seus fantásticos protagonistas Roberto Rossellini, Anna Magnani e Ingrid Bergman. Uma galeria de retratos que são um hino à beleza, à riqueza, à força, à obstinação do cinema, dos homens e das mulheres que o fizeram e de todos aqueles que o amaram e continuam a amá-lo.

Paixão, habilidade, criatividade, espírito de iniciativa e experiência no campo são as características que os protagonistas narrados nesta resenha têm em comum. Não apenas atores, diretores e roteiristas, mas também diretores de fotografia, compositores, figurinistas, cenógrafos, artesãos, produtores: um patrimônio de competência e profissionalismo que fez da produção cinematográfica italiana uma excelência extraordinária reconhecida em todo o mundo.

 

Programação:

 

Gli Angeli Nascosti di Luchino Visconti (2007), de Silvia Giulietti

La Morte Legale (2018), de Silvia Giulietti e Giotto Barbieri

I Ragazzi della Panaria (2004), de Nello Correale

Handmade Cinema (2012), de Guido Torlonia

Alida (2020), de Mimmo Verdesca

Dante Ferretti: Scenografo Italiano (2010), de Gianfranco Giagni

Lina Wertmuller: Dietro gli Occhiali Bianchi (2015), de Valerio Ruiz

As Time Goes By: L’Uomo che Disegnava Sogni (2018), de Simone Aleandri

Acqua e Zucchero: Carlo di Palma, i Colori della Vita (2016), de Fariborz Kamkari

Citizen Rosi (2019), de Didi Gnocchi e Carolina Rosi

L'Ultimo Gattopardo: Ritratto di Goffredo Lombardo (2010), de Giuseppe Tornatore

Segretarie: Una Vita per il Cinema (2019) de Raffaele Rago e Daniela Masciale

Un Amico Magico: Il Maestro Nino Rota (1994) de Mario Monicelli

Flaiano: Il Meglio è Passato (2010), de Giancarlo Rolandi e Steve Della Casa

L’Abito e il Volto: Incontro con Piero Tosi (2008), de Francesco Costabile

 

A resenha ficará disponível ao público até 25 de julho de 2021, e o acesso deverá ser feito mediante inscrição, sujeito à lotação, através do site audiovisiva.org. Cada acesso permitirá a visualização dos 15 documentários, legendados em italiano, inglês, francês e espanhol, disponíveis ao longo das seis semanas de exibição.

Informazioni

Data: DA Seg 14 Jun 2021 a Dom 25 Jul 2021

Ingresso : Libero


1192