Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Diálogos Ítalo-Brasileiros: Colóquio sobre Raffaello

Data:

05/06/2020


Diálogos Ítalo-Brasileiros: Colóquio sobre Raffaello

Diálogos Ítalo-Brasileiros estreia sexta-feira, 05 de junho, às 11 horas no Zoom, com o primeiro encontro do ciclo, Colóquio sobre Raffaello, que contará com a participação do escritor italiano Antonio Forcellino, arquiteto, restaurador, especialista do Renascimento e autor de livros de grande sucesso. No ano em que se celebra o 500º aniversário da morte do pintor Raffaello Sanzio, Antonio Forcellino, entrevistado pelo historiador da arte e professor da USP, Jorge Coli, apresentará seu último livro Il Fermaglio di Perla. La grazia di Raffaello. Mediará o encontro Guido Alberto Bonomini, professor de Literatura Italiana da UFF. Colóquio sobre Raffaello é uma realização do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro, em colaboração com o Museu Nacional de Belas Artes do Rio.

Nas palavras de Livia Raponi, diretora do Instituto Italiano: Com a série de Diálogos, queremos promover, através do encontro e da troca entre exponentes brasileiros e italianos do meio intelectual, novidades editoriais e novos projetos culturais e artísticos originados na Itália, com forte potencial de interesse para o público brasileiro. A ideia é compartilhar e estimular experiências, visando a intensificar as relações culturais e artísticas entre o Brasil e a Itália.

Terceiro episódio da saga Il Secolo dei Giganti (O Século dos Gigantes), depois de Il Cavalo di Bronzo (O Cavalo de Bronze) de 2018, sobre as aventuras de Leonardo, e Il Colosso di Marmo (O Colosso de Mármore) de 2019, sobre a figura de Michelangelo, Il Fermaglio di Perla (O Grampo de Pérola), publicado na Itália em fevereiro de 2020, conta as vicissitudes de Raffaello entre 1513 e 1549: anos cruciais marcados pela Contrarreforma e por todas uma série de mudanças repentinas - no pensamento, na conceição sobre o homem, na religião - que o processo de renovação da Igreja Católica acarretou após o Concílio de Trento.

Romance histórico, Il Fermaglio di Perla. La Grazia di Raffaello é fruto de quarenta anos de estudo e convivência íntima do autor Antonio Forcellino, também restaurador especializado na arte renascentista, com as obras dos grandes mestres do Rinascimento italiano.

Os interessados deverão inscrever-se pelo e-mail centro.iicrio@esteri.it ou pelo WhatsApp, através do número (21) 3534.4344.

 

Antonio Forcellino

Formou-se em Arquitetura na Universidade La Sapienza em Roma. Depois dos estudos no Instituto Central de Restauração, começou sua atividade de restaurador de obras de arte, concentrando sua atenção no período do Renascimento. Entre as restaurações mais importantes, no campo da escultura, cabe mencionar as da Tumba de Júlio II em San Pietro in Vincoli, do Altare Piccolomini no Duomo di Siena e de la Madonna Medici em Florença, todas obras realizadas por Michelangelo Buonarroti. No campo da pintura, Forcellino já restaurou a Facciata della Libreria Piccolomini do Pinturicchio em Siena e os afrescos de Mattia Preti e Domenichino no Coro de S. Andrea della Valle em Roma.

A partir de 2002, começou sua atividade de ensaísta publicando, pela editora italiana Einaudi, o livro Michelangelo Buonarroti, História de uma Paixão Herética. Pela editora Laterza, já publicou as biografias dos maiores artistas do Renascimento. Pela editora Harper e Collins acabou de publicar o terceiro episódio da trilogia, Il Secolo dei Giganti (O Século dos Gigantes), Il Fermaglio di Perla. La Grazia di Raffaello. Atualmente é envolvido na restauração do afresco Sibille e Angeli na Basílica de Santa Maria della Pace em Roma, uma obra de restauração de enorme importância já que pela primeira vez será possível discriminar onde pintou Raffaello e onde pintaram seus discípulos.

 

Jorge Coli

É professor titular em História da Arte e da História da Cultura, no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp e colunista do jornal Folha de S. Paulo. Juntamente com os professores Luiz Marques e Nelson Aguilar fundou a pós-graduação em História da Arte e da Cultura do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. É diretor do CHAA (Centro de História da Arte e Arqueologia) e editor da RHAA (Revista de História da Arte e Arqueologia).

É formado em História da Arte e Arqueologia (graduação e mestrado) e em História do Cinema (graduação) na Universidade de Provença (Aix-Marseille I, França). Possui doutorado em Estética pela USP - Universidade de São Paulo, livre-docência e titulação em História da Arte e da Cultura pela Unicamp. É professor honorário da Universidad Nacional de Colombia.

 

Guido Alberto Bonomini

Formou-se em língua e literatura portuguesa e brasileira pela Universidade de Roma La Sapienza. Possui mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Trabalhou como jornalista na Itália até 1997 e, desde 1998, vive no Brasil no Rio de Janeiro.

Atualmente, é professor associado de língua e literatura italiana na Universidade Federal Fluminense (UFF) de Niterói, onde trabalha desde 2002. Atua principalmente na área de dos estudos histórico-linguísticos e da literatura medieval e renascentista.

 

* * * * *

 

Diálogos Ítalo-Brasileiros: Colóquio sobre Raffaello

 

Data: 05 de junho de 2020

Horario: 11h

Local: Zoom (Online)

Ingresso: Entrada franca

Informazioni

Data: Ven 5 Giu 2020

Orario: Alle 11:00

Ingresso : Libero


1112